sábado, 19 de novembro de 2011

A VENNUS NO TEMPLO DE BACO... (PARTE 2)


MEU DÉBUT NUMA CASA DE SWING  - 'No escurinho...'

Depois daquela dança no meio de todos, só de calcinha, na pista da casa de swing, eu percebi que a minha companheira 'puritana' largou tudo e foi embora! 
Ela e nem eu, estávamos acreditando que aquilo tinha acontecido. Mas aconteceu!
E ela, quando percebeu que eu tinha até curtido a experiência, resolveu deixar a putinha curtir sozinha e resolveu me esperar do lado de fora!!! 
Me senti meio livre de suas amarras naquela hora. 
'Ufa!!!', suspirei eu! Mais ninguém ali para me vigiar.
Aproveitando a liberdade momentânea conquistada, a putinha em mim resolveu pagar para ver. Já que não poderia ir sozinha, convidei o Carlos* para irmos ao segundo andar, onde ficavam os quartos. Ele e eu, na verdade, nos separamos já na entrada da casa e cada um foi curtir a seu modo. Só nos juntamos para subir até lá.
Ao subir a escada, vi que o corredor fervia. Gente parada nas portas dos quartos, gemidos imensos e frases de tesão e desejo ecoando pelo andar. 
E o segurança parado no início do corredor. Imóvel, de terno, sério iguais aos guardas da rainha da Inglaterra. HAHAHAAH....Eu ri daquilo. 
Imaginem o sofrimento do coitado...
Fui andando com Carlos segurando a minha mão pelo corredor e olhando através das cortinas para ver o que rolava...Alguns quartos ainda vazios, mas um deles lá no fundo, me chamou a atenção. Tinha muita gente na porta parada e um entra e saí engraçado de gente. Perguntei ao Carlos o que era aquilo.
- É o quarto escuro. Quer entrar ???
Claro que eu queria. Já que estava lá, não iria deixar passar.
Ele de mãos dadas comigo.
Um quarto minúsculo! Com 2 por 3 metros, acredito.  Do lado esquerdo, uma cama no canto da parede. Na verdade, não parecia uma cama e sim, uma maca ou aquelas mesas de massagem. Do lado direito, uma parede de madeira, com vários buracos redondos na altura das minhas coxas,  por onde entravam frestas de luz e percebi, que do lado de fora, havia um sofá para o povo sentar enquanto espiavam ou tocavam as pessoas que estavam dentro do quarto.
O quarto estava cheio. Várias pessoas lá dentro. Homens e mulheres. Exercitando o toque, o 'passar a mão'. Senti algumas mãos me bulinando, me alisando.
Tesão. Meus pêlos se arrepiaram.
Mas nessa hora, percebi que o desinteresse do Carlos em relação a mim, não era tão grande assim e ele começou a me beijar. Tinha um beijo gostoso. Ali eu achei que a minha opinião estava errada. Me tocava as costas e de certa forma me protegia dos toques alheios. 
Eu ouvia gemidos há menos de 30 centímetros de mim. Um casal estava transando freneticamente bem ao nosso lado. 
Os dois, pelados por completo. 
Ela de quatro em cima da tal maca e ele metendo forte, fazendo ela gritar, ecoando os gemidos por todo o andar. 
-Vai, mete sem dó!! Me come gostoso, seu puto!!!
Ela gritava de um jeito que eu nunca tinha visto alguém fazer.
Aquilo me deixou com tesão. E eu achei que era tesão pelo Carlos, que a essa altura, me apertava os seios por cima do vestido. 
Desci até o zíper da calça dele, no escuro, abri e comecei a chupar o seu pau. 
Mas, definitivamente e certamente, não tínhamos liga, química. 
Desisti na hora. Percebi que o meu tesão não era por ele e sim, pela situação.
Eu o abracei, demos um beijo no rosto do outro, como se já tivéssemos ambos entendido que, conosco, não iria rolar. Ele resolveu sair do tal quartinho, mas eu quis ficar. Mesmo que ficasse só no cantinho ali no escuro só observando. 
Impossível. Ele saiu do meu lado, já senti uma mão tocando os meus seios com força.
Quase me machucando.
Era a mulher que estava sendo comida lá dentro.
Ela apertava o meu peito e dizia : 'Gostosa!! Tesuda!!'.
Não resisti, beijei sua boca e peguei os peitos dela, que balançavam gostoso a cada estocada que levava na xaninha.
Engraçado que parece mágica. Mesmo no escuro, os instintos parecem guiar as pessoas. Só foi eu me virar para beijá-la, senti uma mão na minha bunda. 
As pessoas lá dentro ficam tateando no breu, com certeza absoluta que vão encontrar alguma coisa gostosa pra pegar. E ele achou a minha bunda...HAHAHAAH....
Me virei e vi um vulto alto, um pouco forte, mas não vi o seu rosto. Ele estava com o pau para fora da calça porque o senti roçar em mim. Quis chupar, mas ao mesmo tempo , tive medo. Acho que ele percebeu e tirou uma camisinha do bolso e colocou. 
Aí eu não resisti! Desci tocando suas pernas no escuro e comecei a chupar a cabeça do seu pau. Mas estava tão extasiada que logo, já engolia tudo. 
Chupei tudo que pude, com vontade. A cabeça, o pau, as bolas...
Enlouqueci com o fato de estar com o pau de um desconhecido na boca.
Mas eu queria mais!!!
Me levantei, virei de costas para ele, coloquei a mão no mastro para ter certeza que ainda estava com a camisinha e fui com a bunda em direção a ele. Nessa hora, eu já estava com a calcinha na mão..rs...
Ele entendeu e engatou.
Me pegou pela cintura e meteu sem dó. Eu apoiada na parede de madeira, com o pé em um dos buracos redondos na parede, gemia quase competindo com a outra mulher que ainda estava sendo comida pelo cidadão. Que fôlego o dele!!! Ainda vi uma mão, vinda do lado de fora da parede entrar por um dos buracos redondos e tateando, chegando bem perto da minha xaninha. Fiquei com receio (vou lá saber onde a criatura tinha posto aquela mão antes?? Hahahah) e me esquivei. Virei de lado para a parede. E qual foi a minha surpresa. Uma mão no meu peito de novo! Achei que fosse o desconhecido que estava me fazendo gozar gostoso, mas não...era um segundo homem. Mas este estava acompanhado. E vestido. Me beijou enquanto o outro ainda estava engatado em mim. E percebi que ele estava com uma mulher atrás dele. Ela me tocava os seios de forma tímida, enquanto o marido me beijava a boca e me bolinava. 
Nesse meio tempo, meu gozo já estava escorrendo perna abaixo de tanto tesão e pelo fato do desconhecido me ter feito gozar freneticamente. Ele também gozou, pois senti que ele me deu um beijo na nuca e murmurou: 'Adorei!' no meu ouvido. Mas eu já estava entretida com o casal. Nem percebi quando o outro saiu do quarto. 
Me sentei em um pedaço da mesa onde estava nossa amiga escandalosa e a esposinha começou a  me tocar a bucetinha e dava o caldinho pra marido tomar. 
Nossa...minha nossa!!! Que tesão absurdo. 
Ele me beijava, pegava na minhas ancas com as 2 mãos e falava pra mulher : 
- Olha que gostosa, amor! Ela é um tesão! Que delícia!
E ela, concordando,  retrucava :
- Vai! Come!
Eu tive que encorajar:
- Isso!! Me come gostoso!!!
E ele veio!! Colocou o preservativo, me puxou um pouco para a beirada da maca e socou forte. Eu gemi alto de novo fazendo a mulher da maca notar a minha presença de novo. Ela me beijou a boca com vontade, parecendo que ia me engolir, enquanto gozava no pau do mesmo cara. Eu estava espantada. Que preparo físico...HAHAHA...
Foi aí que nesse meio tempo, olhei para o rosto do cara, e mesmo no escuro, vi que quem estava fazendo aquela mulher berrar há vários minutos, era o Diego, o marido do casal que tinha me levado até lá. Nossa...
E ele me percebeu também. Porque quando o olhei, ele falou para mim:
- Ah, é você que está aí, sua safadinha ??
E continuou comendo a mulher!! Que gemia feito louca...gozando naquele pauzão de 23 centímetros. 
Eu gozei novamente com o casal. O marido ainda depois de gozar, desceu a cabeça e me chupou bem gostoso, limpando e sugando todo meu mel, que escorreu perna abaixo. Que maravilha!
A puritana não sabe o que ela perdeu! Vendo aquela cena, até ela gostaria de experimentar, com certeza!!
Fui ao banheiro, recoloquei a calcinha e desci ao primeiro andar. 
Reencontrei o Carlos*, que me deu um sorrisinho de canto de boca, com certeza percebendo que eu devia ter aprontando poucas e boas lá em cima. 
Com razão!!! E passei a noite toda, olhando os rostos de todos, só imaginando quem seria que tinha acabado de me fazer gozar tão deliciosamente.
Desisti! Talvez , se eu tivesse descoberto, não teria a mesma graça.
O gosto do desconhecido naquele momento,  era beeem mais saboroso, com certeza!!!
(A aventura na casa de swing continua no próximo post! Lógico que eu iria provar o dotadão..rs)

* Foram usados nomes fictícios. 

E comentem as publicações. Tem como deixar comentários anônimos.
Adoro ler e saber se estão gostando ou não!!
Beijos safadinhos!


Mais fotos no 



4 comentários:

  1. Olá....
    Estamos adorando seus contos.. São deliciosos....
    Apareça mais no msn, queremos conversar mais e quem sabe nos conhecer melhor... As vontades são muitas, ainda mais imaginando muita coisa...

    Beijos
    Casal RK

    ResponderExcluir
  2. Cada vez que leio seus posts, fico doido de tesão! Vontade de conhecê-la, ouvir tua voz, sentir o teu corpo, o teu fogo. Quero t fazer gritar d tesão!!! Se precisar de companhia pra sacanagem, pode contar com o puto aqui...bjos e chupadas por todo esse corpo tesudo!! Quero você!!! Rodrigo ( cava_lo_69@hotmail.com)

    ResponderExcluir
  3. sempre amo ver seus post eh um melhor q o outro so me faz tem mais tesao ainda por essa mulher q vc eh amo tudo isso bjoss marcio

    ResponderExcluir
  4. Oie
    Gostamos muito do seu perfil do sexlog, e do seu blog. Esperamos poder conhece-la e quem sabe iniciar uma bela amizade.
    Bjs
    pequenalindissima@hotmail.com

    ResponderExcluir